Weby shortcut
Radio Universitária
Bartira Macedo Miranda

Brasil chocado com mais um inocente abatido no RJ

Após o incidente, militares do exército foram afastados e podem ser beneficiados com julgamento especial

As polícias brasileiras estão entre as que mais matam. Cerca de 14 pessoas são mortas todos os dias por algum policial. Em 2017, foram 5.144 mortes de civis por militares. Os dados são do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

A última vítima foi o músico Evaldo dos Santos Rosa, que no domingo, 7, passeava com a família em Guadalupe, zona norte do Rio de Janeiro, quando foi atingido por diversos disparos no veículo que conduzia, um sedan branco, supostamente confundido a partir da descrição de veículo semelhante que estaria sendo conduzido por bandidos naquele região, meia hora antes dos cerca de 80 disparos de fuzil que ceifaram sua vida e deixou o sogro ao hospital.

Dez dos 12 militares do Exército – que integra reforço para o combate do crime no Rio de Janeiro – participantes da ação foram ouvidos pela polícia judiciária militar. A investigação segue pelo Exército, e não pela Justiça Comum, devido a lei sancionada em 2017 pelo então presidente Michel Temer.

A diretora da Faculdade de Direito da UFG Bartira Macedo de Miranda comentou sobre a mudança da lei no Jornal das Seis desta segunda-feira, 8. A professora de Direito Penal e membro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB Goiás) conversou com o jornalista Delfino Curado.

Entrevista – Bartira Macedo de Miranda 

Fonte: Rádio Universitária

Categorias: notícias